Uma família da Califórnia encontrou uma carta interessante endereçada ao Papai Noel. A cartinha viajou cerca de 700 quilômetros levada por duas bexigas rosa. A remetente, Helen Cardenas, de 5 anos, pedia uma boneca, um jogo de chá, sapatos e calças.

LEIA TAMBÉM: Indiano enche balões com o ouvido!

A pequena enviou a carta de Seattle, escrita em espanhol, no dia 02 de dezembro. A correspondência chegou alguns dias depois no rancho da família Sanderson, que traduziu os escritos e decidiu atender aos pedidos de Helen, enviando os presentes para a menina no dia 23. “Meu filho achou a carta de Natal e, por causa das bexigas, achamos que era lixo. É inacreditável como uma carta possa chegar tão longe voando com balões”, disse Julie Sanderson

Quem sugeriu o envio da cartinha voadora foi a mãe de Helen, Rosa, que está desempregada e não tinha como comprar os presentes para a filha. “Estou desempregada e não sabia o que fazer. Então, eu disse a ela que enviasse balões para o Papai Noel, pois era uma tradição quando eu era criança”. 

Sem mais artigos