Um casal britânico descobriu que a casa alugada ao chinês identificado como Lee Yishi servia como fábrica de maconha. Shaun e Katie Thomas encontraram centenas de pé da planta, terra, sistema de ventilação, muitas lâmpadas, fios e produtos tóxicos e ilegais na residência, segundo o “Mail Online”. Agora o casal terá de desembolsar R$ 62 mil para deixar a casa, localizada em Trowbridge, cidade próxima de Londres, como era originalmente.

Segundo Shaun e a mulher, Lee e seu comparsa eram educados, bem vestidos, e “respeitáveis” e concordaram pagar o aluguel de R$ 2.550. A família mudou de cidade porque o engenheiro, pai de três filhos, trocou de emprego.

Durante uma vistoria na casa, alguns meses depois, Shaun desconfiou do cheiro estranho. Ele pediu para ver o quarto, Lee disse que pegaria a chave mas acabou fugindo. Ele então chutou a porta do quarto. “Encontrei uma floresta de maconha”. 

O dono da casa chamou a polícia. Nesse meio tempo, Lee ligou dizendo que iria até lá buscar a droga e pagaria pelo conserto da casa.  “Eu poderia rir se não estivesse tão em choque”,

Casal britânico encontra fábrica de maconha em casa alugada a chinês

Sem mais artigos