Para o casal de amigos Danny Carter e Aston Campbell, de Portsmouth (Inglaterra), tomar um solzinho quando o tempo está bom não é o suficiente. De acordo com informações do jornal The Sun, eles gostam de estar dourados o tempo inteiro e, para isso gastam o equivalente a R$ 10,4 mil por ano com câmaras de bronzeamento artificiais, pílulas de bronzeamento, injeções de bronzeamento e outros “investimentos” para o hobby.

“Eu não gostaria de ser vista nem morto sem estar bronzeado. Eu utilizo bronzeamento falso, pílulas e injeções para aumentar o bronzeamento, assim como câmaras de bronzeamento. Eu simplesmente não suporto a ideia de ficar pálido”, disse Danny, que é cabeleireiro, em entrevista ao jornal. “Aston e eu competimos para ver quem está com a pele mais escura”, acrescentou.

De acordo com a publicação, o casal passa mais de perigosos 125 minutos por semana em câmaras de bronzeamento. “Nós vamos para casas de bronzeamento artificial juntos. Se um de nós vai sem o outro, ficamos fulos”, afirma Aston.

Danny admite que, às vezes, se sente “um pouco mal” em razão das pílulas e das injeções de bronzeamento. Ele já teve queimaduras de terceiro grau por causa de sua obsessão, o que o levou para o hospital.

“Aconteceu quando eu tive três sessões de bronzeamento em um dia. Eu fiquei 15 minutos na câmara, mas não achei que proporcionou o efeito desejado. Então, fiz outra sessão de 15 minutos. Ainda assim, não funcionou, e eu pensei que as luzes não eram fortes o suficuente, então fui para outra casa para mais uma sessão de 15 minutos”, afirmou o jovem.

Casal de amigos se diz viciado em bronzeamento e gasta mais de R$ 10 mil anuais com o hobby

Sem mais artigos