Um casal inventou uma maneira simples de impedir que piratas sequestrem navios, o que já fez deles milionários, além de ter a gratidão de marinheiros de todo o mundo. Teresa Stevens sonhou com uma barreira de plástico para encaixar nos navios e tornar impossível para qualquer um invadi-los.
Junto com seu marido David, ela dirige uma empresa especializada em segurança marítima e a dupla está comemorando após o projeto colocá-los no caminho certo para ganhar mais de três milhões de reais em seu primeiro ano. O projeto é em forma de “P” plástico grande, que é colocado sobre as bordas dos navios e paira sobre eles, tornando impossível para os piratas jogarem escadas ou ganchos porque não há mais apoio.
Depois de um árduo processo de desenvolvimento, eles convidaram uma unidade local de marines para tentar embarcar em um navio protegido com as barreiras. Depois de duas horas, eles desistiram e o projeto foi declarado um sucesso.

Veja o vídeo:


Já instalado em mais de 100 navios, em maio deste ano, salvou um navio de ser atacado por piratas na costa da Nigéria. “Os piratas perturbaram por cerca de uma hora, tentando embarcar. Ficaram tão frustrados que atiraram no bote salva-vidas, que ficou em pedaços. Ficamos sabendo mais tarde que eles tomaram outro navio no mesmo local apenas duas horas depois”, assinala David ao Daily Mail.
O diretor de segurança ligou para contar. “Foi ótimo obter essa validação, porque faz pensar que esses anos de trabalho duro vivendo na linha de pobreza valeram a pena”, aponta.
As unidades parecem feitas de plástico, mas são de um composto mais denso e mais forte do que qualquer plástico utilizado em ambiente marinho até hoje.

Sem mais artigos