Um casal processou a companhia aérea Air Canada, e ganhou a causa, após os funcionários da empresa não falarem com eles em francês!

Michel e Lynda Thibodeau foram “premiados” com 12 mil dólares canadenses (quase 20 mil reais) a partir da ação judicial.

Por ser  um país bilíngüe, tendo o inglês e o francês como línguas oficiais, as companhias aéreas do Canadá devem, por lei, fornecer seus serviços em ambas as línguas.

O sr. Thibodeau reclamou que apenas recebeu saudações em inglês no aeroporto de Ottawa (Canadá). Mais tarde, quando ele pediu um refrigerante, Michel reclamou que sua bebida foi servida por um comissário de bordo que falava apenas inglês.

Além disso, o casal Thibodeau ficou ainda mais irritado quando o anúncio sobre as bagagens foi feito somente em inglês. Michel afirmou que fala inglês fluentemente, mas disse o seguinte depois de ganhar o caso ao jornal Daily Mirror:”Esta foi uma violação dos meus direitos linguísticos, e você precisa lutar por seus direitos, ou então você os perde”.

Mas essa não foi a primeira vez que o senhor Thibodeau armou o barraco por causa do idioma francês. Em 2002, Michel apresentou uma queixa quando um motorista de ônibus disse “Olá” para ele em inglês (“hello”), em vez da saudação francesa “bonjour”.

Sem mais artigos