A organização PETA (Pessoas pelo Tratamento Ético aos Animais) revelou seu novo comercial para o Super Bowl 2010/11, a final do campeonato de futebol americano. O vídeo aposta na sensualidade com leguminosas para o evento tem o intervalo mais caro do mundo.

US$3 milhões foram oferecidos pelo PETA para veicular um comercial no intervalo do Super Bowl de 2009/10, valor acima da média que fica em US$2 mi. O vídeo chamado Veggie Love” (Amor Vegê) foi recusado pela NBC, canal de TV responsável pela transmissão, que alegou imagens muito fortes para a audiência.

A mensagem dizia “Estudos comprovam: Vegetarianos são melhores de cama“, mensagem entrecortada por cenas provocantes (mas não explícitas) de garotas com biquini e vegetais frescos.

Esse ano, o anúncio se chama “Casting Session” (Escolha de Elenco) e mostra os testes para o vídeo recusado no ano passado. O conteúdo é tão provocante quando o outro, com mais de bom humor e menos produção.

Apesar de nunca ter conseguido emplacar nenhum anúncio, o PETA ainda tem esperanças de conseguir que seu spot vá ao ar. De qualquer forma, todas as propagandas do PETA que foram recusadas pelo Super Bowl viraram um fenômeno na internet, e essa não deve ser diferente.

Veja abaixo outros vídeos do PETA que foram recusados pelo Super Bowl nos últimos anos!

Veggie Love – 2009

 

Kentucky Fried Cuelty – 2008

 

Milk Gone Wild – 2006

 

Pizza Delivery – 2005

Sem mais artigos