Mais de 20 mil pessoas se reuniram para uma cerimônia de casamento em um estádio de Gapyeong, a 47 quilômetros de Seul, na Coréia do Sul. Tratava-se do maior casamento em massa que se tem notícias: 2 mil casais, de 54 países, resolveram se unir em matrimônio de uma só vez.

 

O fundador da Igreja da Unificação da Coréia, Sun Myung Moon, e sua esposa estavam presentes para abençoar a cerimônia. “O casamento em massa leva toda a humanidade a ser um, removendo as fronteiras de etnias, religiões e nacionalidades. Nosso objetivo é tornar o mundo pacífico com a formação de novas famílias”, disse Seuk Joon-ho, presidente da igreja.

Segundo um dos noivos, Chouchane Saemie, do Reino Unido, “Esta experiência toda foi absolutamente incrível. Eu quero dizer que estou realmente feliz por ter encontrado Lisun (sua noiva) e muito feliz por estarmos juntos agora”.

Apesar da bela iniciativa, a igreja vem sendo ridicularizada por seus casamentos em massa, com milhares de participantes. A grande questão é que muito dos noivos, futuros casados, se conhecem minutos antes da realização da cerimônia e muitos deles nem falam a mesma língua…

Sem mais artigos