Madrinha de bateria da escola de samba Águia de Ouro e intérprete da índia Potira na Escolinha do Gugu.

VIDA AMOROSA

Emílio: Você trouxe o seu namorado aqui…
Cinthia: Ele é meu “noivorido”.
Emílio: Não acredito que você vai fazer uma bobagem desta.
Amanda: Quantos anos você tem?
Cinthia: 27 anos. Já está na hora de desencalhar.
Emílio: Quando você decidiu que ele seria o homem da sua vida?
Cinthia: Quando eu olhei nos olhos dele. Me apaixonei por ele.
Evandro: Dinheiro ele não tem.
Emílio: Elegante ele não é.
Cinthia: Ele é elegante. Não fala dele assim!

MUITO TRABALHO

Cinthia: Sempre trabalhei bastante, desde os 18 anos. E agora vou abrir um restaurante.
Emílio: Sério?!?! Você vai ficar na cozinha, hein? Vai lá no CEASA comprar tomate.
Cinthia: Comigo não tem problema. EU sou multiuso.
Emílio: Aonde que vocês vão abrir o restaurante?
Cinthia: Vai ser em Alphaville.
Amanda: Então ele quem tá te dando o golpe.
Emílio: Esse cara está se aproveitando de você.
Cinthia: Será? Vocês estão abrindo meus olhos? (risos). Que nada… Ele me ajuda muito.

CARNAVAL EM ANGOLA

Emílio: Você vai sair na Águia de Ouro, né?
Cinthia: Isso! Sou madrinha de bateria da Águia de Ouro e Rainha do Carnaval Africano.
Emílio: Você vai desfilar em Angola?
Cinthia: Lá é como se fosse o Carnaval de Salvador, mas dividido em blocos.
Amanda: O que toca lá?
Cinthia: Eles são uma mistura. Tocam kuduro, samba… Eu vou pra lá desde o pós-Guerra.
Emílio: Conte pra gente…
Cinthia: Eu faço um trabalho com crianças numa ONG.
Emílio: Lá não tem muito mafioso?
Cinthia: Não… Lá parece muito com o Brasil. É um país que está em crescimento. Eles gostam muito da música brasileira e eu devo muito respeito a eles.

Sem mais artigos