Médicos na Índia ficaram chocados ao encontrar uma dúzia de barras de ouro dentro do estômago de um empresário que foi internado depois de se queixar de fortes dores abdominais. O homem, de 63 anos de idade, procurou um hospital em Nova Délhi, no início deste mês, dizendo que tinha engolido uma tampa de uma garrafa de água e precisava que fosse retirada de seu corpo.

Os cirurgiões decidiram operá-lo, mas, em vez de uma tampa de garrafa, descobriram um pequeno tesouro dentro do estômago do homem. Eram 12 pequenas barras de ouro, cada uma pesando 33 gramas, avaliadas em mais de cinquenta mil reais. O homem prestou depoimento a fiscais da alfândega e o ouro foi confiscado.

“Ele nos procurou no dia 7 de abril porque precisava de uma cirurgia para remover uma tampa de garrafa de água ingerida acidentalmente. No raio-X, não conseguimos identificar qual era o corpo estranho, mas, decididamente, não parecia uma tampinha. Ficamos chocados ao encontrar não uma, mas doze barras de ouro em seu abdômen”, assinala o cirurgião CS Ramachandran, do Hospital Sir Ganga Ram, ao jornal Indian Express

“Se ele não tivesse procurado socorro, dentro de alguns dias teria hemorragias graves e, talvez, a ruptura dos órgãos, o que levaria, consequentemente, a uma septicemia e ao óbito”, destaca o cirurgião. 

A Índia é um dos maiores consumidores de ouro do mundo, mas as leis sobre as importações foram endurecidas recentemente após um elevado crescimento do contrabando. O imposto de importação aumentou três vezes para tentar controlar a demanda, mas pelo jeito, as medidas serviram apenas para aguçar a criatividade das pessoas, que agora têm ideias cada vez mais mirabolantes para trazer clandestinamente o metal precioso ao país.

Sem mais artigos