Um preso condenado à prisão perpétua fugiu do presídio da cidade argentina de Neuquén, no sul do país, escondido em um móvel que seus companheiros tinham fabricado na oficina de artesanato, informou a imprensa local.

Luis Aboy, que escapou na quarta-feira (18), cumpria pena pelo homicídio das irmãs Olga e Teresa Buamscha, mortas a punhaladas em março de 2005, e já protagonizou outra fuga há dois anos de uma prisão de Junín, na província de Buenos Aires.

Nessa ocasião, foi capturado ao ser identificado pela polícia quando tentava sair da cidade de Bariloche em um veículo, na companhia de duas mulheres e com documentos falsos.

Sem mais artigos