Imagine a situação: você está com uma dor de dentes insuportável há dias, vai até o dentista, ele faz um raio-x de sua boca para ter certeza de onde é o problema, remove o dente e a dor só piora. Horas depois você descobre que o dente arrancado estava saudável, mas o podre continua lá. Volta ao dentista e ele reimplanta seu dente depois de pegá-lo do lixo...

Parece um pesadelo, não? Mas aconteceu de verdade. A inglesa Kim Green estava com um dente inflamado e vinha tratando-o com o Dr. Justin George em sua clínica. O dentista já havia receitado anti-inflamatórios e antibióticos para tratar o inchaço, mas nada adiantava. Até que um dia a dor ficou insuportável e ela foi às pressas ao consultório.

Sem consultar o raio-x que tinha feito da boca da paciente, Dr. Justin extraiu o dente e mandou-a para casa. Duas horas após a cirurgia, Kim voltou a sentir a insuportável dor e percebeu que o dente estragado continuava no lugar. Então, retornou à clínica e contou o que estava acontecendo. O dentista sugeriu retirar o dente podre e reimplantar o bom no lugar.

LEIA MAIS: Garota descobre problema nos rins e fígado depois de arrancar dente podre

“A dor era pior do que um parto. Foi indescritível. Eu estava desesperada, não conseguia pensar direito, só concordei com qualquer coisa que ele pudesse fazer para a dor passar”, disse a mulher ao The Mail. Quem já sentiu uma forte dor de dente algum dia, sabe que Kim não está exagerando. 

Com a paciente de acordo, Dr. Justin começou a cirurgia de reparação do erro. O que ninguém sabia é que o dente bom de Kim já estava no lixo, junto com outros resíduos cirúrgicos como gazes ensanguentadas, seringas e agulhas utilizadas em outros pacientes etc. Mesmo assim, foi esse o dente reimplantado. 

“Ele tinha costurado o dente saudável de volta para a área infectada e o dente cariado ainda estava no lugar. Eu estava chorando e dor e ele, que não me ofereceu opções como próteses ou outras soluções, só me dizia saber o que estava fazendo”, relata. 

Horas depois o efeito da anestesia passou novamente e Kim precisou ligar para a emergência. Tomou analgésicos, morfina e tudo o que podia para cessar a dor. Nada resolveu. Ela então procurou outra clínica e relatou o ocorrido, deixando os outros dentistas perplexos. 

Depois de todo o sofrimento, Kim agora está bem e decidiu processar o dentista trapalhão, que se defende alegando que aquele foi um dia muito exaustivo e ele era o único a atender muitas pessoas, que resmungavam para ser atendidas logo. 

Dentista reimplanta em paciente dente retirado do lixo

Sem mais artigos
Sair da versão mobile