O casamento animal mais longo do mundo parece ter acabado depois de 115 anos bem sucedidos agora que as duas Tartarugas Gigantes de um zoológico austríaco se recusaram a continuar dividindo a gaiola.

 

 

A administração do zoológico chamou um especialista em animais para tentar fazer uma ‘terapia de casais’ com o casal – alimentando-os com comidas ‘românticas’ e brincadeiras onde eles teriam que interagir como dupla – mas sem sucesso.

A chefe do zoológico, Helga Happ, disse: “Temos a impressão de que eles não suportam mais olhar um para a cara do outro”.

Bibi e Poldi, as tartarugas, são um casal desde antes que qualquer um que está vivo hoje pode se lembrar.

Ambos tem 115 anos de idade, e eles estão juntos desde muito jovens. Eles cresceram juntos e eventualmente viraram um casal” adicionou Helga.

Os funcionários do zoológico perceberam que as coisas não estavam boas entre o casal quando Bibi atacou seu parceiro – mordendo fora uma parte do casco dele – e continuando com diversos ataques até que separassem suas gaiolas.

Apesar das Tartarugas Gigantes não terem dentes, elas tem uma boca dura e pontiaguda, que junto de uma mandíbula poderosa podem causar bastante dano, com potencial para matarem uma a outra.

Os funcionários do zoológico dizem que nada mudou na rotina do casal, mas que Bibi particularmente pareceu realmente determinada a ter uma gaiola só sua e se separar de Poldi.

“Nos disseram que é muito raro um par de animais se separar depois de tantos anos, mas é o que está acontecendo. Esperamos chegar em uma reconciliação” concluiu Helga.

Sem mais artigos