Um deputado jogou seu sapato em seu oponente durante um debate ao vivo na televisão, na Jordânia, e então sacou uma arma.

 

 

O “show” começou quando o deputado Mohammed Swawabka acusou o ex-parlamentar Mansour Sayf al-Din Murad de trabalhar como um espião para o regime sírio.

A acusação levou os dois a uma troca de insultos e contra-acusações até que Shawabka se levantou e atirou seu sapato contra Murad.

Em uma virada inesperada de eventos, ele então puxou uma pistola de sua cintura e ameaçou Mansour.

O apresentador do programa, Mohammed Hasbashneh foi obrigado a intervir e, por sorte, conseguiu separar os dois antes que algo mais grave ocorresse.

Obviamente, o debate foi interrompido precocemente e tirado do ar pela rede jordaniana “Gosat” enquanto a confusão era amenizada.

Sem mais artigos