Os japoneses vivem um de seus piores momentos na história. O terremoto seguido de Tsunami que varreu a costa nordeste do país também desencadeou uma crise nuclear. Não é fácil entender a gravidade de uma catástrofe nuclear, ainda mais quando você é uma criança.

Foi pensando nisso que os japoneses criaram essa animação, para explicar essa situação de uma forma compreensível para os mais jovens. A radioatividade é comparada ao cocô do personagem Garoto Nuclear, o lixo nuclear seria uma fralda suja e fedorenta que não ninguém sabe como jogar fora, e o vapor de radioatividade que é liberado da usina é como se fosse um peido bem fedido, mas menos nocivo.

No desenho, o Garoto Nuclear passa por uma forte dor de estômago, representando a crise nuclear que o Japão vive depois dos acidentes em Fukushima, cidade atingida pelo terremoto e Tsunami.

Médicos cuidam do Nuclear Boy, para que ele não faça sujeira nas calças ou na fralda, bem como os heróis que estão na planta nuclear para manter o reator resfriado.

Em certo ponto, o vídeo cita a maior tragédia nuclear que já aconteceu, em Chernobil. No bem-humorado vídeo, o Garoto Chernobil conta que fez cocô na sala e que tudo virou uma grande nojeira, porque era diarreia.

via Gizmodo

Desastre nuclear é comparado com diarreia em vídeo para crianças

Sem mais artigos