Para procurar 180 pesos (US$ 13,3) perdidos em sala de aula, a diretora de uma escola primária mexicana obrigou mais de 20 alunos de 11 anos a ficarem nus, afirmaram nesta quarta-feira à Agência Efe fontes da Comissão de Direitos Humanos de Michoacán, estado onde ocorreu o incidente.

Um porta-voz da instituição afirmou que o fato aconteceu no dia 23 de setembro, na escola pública Club de Leones, localizada no município de La Piedad.

LEIA MAIS: Professora faz vodu de alunos para ameaçá-los

“Por instruções da diretora, os alunos tiraram suas roupas pois eles deveriam descobrir onde o dinheiro estava”, disse a fonte.

Segundo a versão dos menores, as meninas foram levadas de cinco em cinco para a direção, onde tiveram as saias levantadas e os seios tocados. Já os meninos foram transferidos para a sala de informática, onde o professor da disciplina os obrigou a ficarem de cuecas.

De acordo com o porta-voz da comissão, alguns professores chegaram até a ridicularizar os alunos.

A instituição irá elaborar uma queixa por violação da dignidade humana e dos direitos dos menores. O presidente da comissão considerou o caso inadmissível e acrescentou que levará o caso à Procuradoria Geral de Justiça do estado. 

Diretora obriga alunos a tirarem a roupa para procurar dinheiro no México

Sem mais artigos