Poucas horas antes do toque de recolher, instaurado no Chile no final de Março na tentativa de conter a propagação do coronavírus, moradores da cidade costeira de Puerto Cisnes foram surpreendidos com a aparição de um “vizinho” nada discreto.

Na última segunda-feira (5), um elefante-marinho de duas toneladas apareceu vagando pelo centro urbano. Segundo o jornal The Guardian, o mamífero ficou desorientado após sair da água e acabou se perdendo, arrastando-se então em direção às casas. O site Infobae informou que o animal se locomoveu por 10 quadras.

Dezenas de moradores se uniram à polícia e à guarda costeira para auxiliar no resgate. As autoridades usaram lona preta para direcionar o mamífero até o mar.

O momento foi gravado por um morador local. Assista:

O sargento José Muñoz agradeceu à população pela ajuda. Em comunicado à agência de notícias Efe, afirmou que providenciará patrulhas constantes na área para evitar que o animal retorne e sofra possíveis acidentes.

Elefantes-marinhos são comumente encontrados no sul do Chile, sendo os maiores membros da família das focas. Os machos podem chegar a medir 6 metros e pesar 4 toneladas, enquanto as fêmeas medem cerca de 3 metros e pesam menos de uma tonelada.

Sem mais artigos