Em 1863, o fotógrafo italiano Felice Beato chegou no Japão quando o país saía do feudalismo e começava a abrir as fronteiras para o ocidente.

Pioneiro da fotografia documental, Felice registrou as mudanças na região, com um olhar especial para a cultura dos Samurais. Ele trabalhou em parceria com o pintor inglês Charles Wirgman, que coloria as imagens.

As fotos são um portal para o século XIX e mostram os guerreiros honrados nos momentos finais de sua história milenar.

Sem mais artigos