Você lembra de quem era o melhor “engenheiro” de aviões de papel da sua escola? Sempre havia o cara dos modelos invocadões, que dobrava tudo na maciota para ninguém copiar. O Virgula Inacreditável foi a um torneio de aviões de papel, a etapa paulistana do campeonato mundial Red Bull Paper Wings, e trombou dois campeões brasileiros que assistiam ao evento: Everton Batista da Silva Rocha e Luan Goes. Eles nos ensinaram, de buenas, a fazer seus próprios modelos pró (dá uma olhada nos vídeos aqui embaixo).

Na etapa estadual do campeonato deste ano, que aconteceu na quinta-feira (26), na Universidade Mackenzie, os vencedores foram Paulo Bianchini e Igor Tracci, que atingiram, respectivamente, as marcas de 21,93 metros na categoria “distância” e 6,16 segundos na categoria “tempo de voo”.

Everton Batista foi o campeão brasileiro de distância na segunda edição do evento, em 2009. Naquele ano, ele fez seu “foguete” voar impressionantes 49 metros, na etapa de Campinas. Neste vídeo aqui, ele ensina a dobrar seu modelo campeão:

 

Luan Goes, por sua vez, levou o campeonato brasileiro em 2012 na categoria “tempo de voo”, deixando seu avião planar por 10,59 s. Ele mostra como fazer seu avião aqui:

Tanto Everton quanto Luan disputaram a final mundial do Red Bull Paper Wings na Áustria e garantem que essa coisa de “esconder o jogo” ficou nos tempos da escola.

Everton conta: “Eram 85 países representados, e rolava um intercâmbio legal. Depois do torneio, eu aprendi a fazer aviões diferentes com muitos outros competidores. Eu desenvolvi o meu modelo a partir do avião que aprendi a fazer com um parente. Depois, eu só o tornei menor, com o conhecimento que eu tinha de origami”.

O Red Bull Paper Wings acontece de três em três anos e está em sua quarta edição. Os recordes mundiais da competição são de 57,7 m em distância e de 14,22 s de tempo de voo.

Se você acha que manda bem nas dobraduras, a etapa nacional terá eliminatórias, ainda, em Fortaleza (CE), em Brasília (DF) e em Uberlândia (MG), todas na próxima terça-feira (31).

Em torneio de aviões de papel, aprendemos a fazer modelos pró, com campeões nacionais

Sem mais artigos
Sair da versão mobile