Até onde você iria pelo amor ao seu time?

A gente duvida muito que seria tão longe quanto Maurício dos Anjos.

O catarinense resolveu vestir a camiseta do Flamengo do jeito mais permanente possível: tatuando-a. O torcedor literalmente tatuou a camiseta de 2015 do time no corpo, sem logomarcas de patrocinadores. A empreitada levou 90 horas, divididas em 32 sessões.

Quando a ideia surgiu, o orçamento inicial era de que a tatuagem ficasse em até R$ 15 mil, o que desmotivou Maurício e fez com que ele decidisse tatuar apenas metade da camisa, de um lado só do corpo, o que daria R$ 800 (parcelado em 10x). Mas conversando com o tatuador, o profissional disse que faria o trabalho todo, em troca de divulgação. Maurício topou.

A empreitada começou em abril do ano passado e por conta de uma troca de tatuador, o que levaria no máximo cinco meses acabou levando um ano inteiro. “Durante dois meses, fiquei juntando dinheiro para continuar com outro tatuador. Aí, recebi a ligação de um amigo que estava acompanhando a tatuagem pela internet. Ele se ofereceu para bancar o restante da trabalho, mas pediu para eu não divulgar o nome dele. Eu já tinha até vendido uma moto para continuar a tatuagem, então aproveitei para pagar algumas dívidas, já que agora ganharia de novo um presente”, ele contou para a Vice.

Essa não é a primeira tatuagem de Maurício. Ele tinha uma tatuagem em homenagem à primeira filha, que acabou coberta pela camisa do Flamengo, e uma outra, de um urubu segurando o escudo do time. O urubu ficou. “Sendo do Flamengo, jamais eu iria tapar a tatuagem”, ele disse. Prioridades.

Sem mais artigos