“A tecnologia é apenas uma ferramenta. As pessoas lhe dão um propósito”. Esse é o slogan da companhia de impressoras 3D Pirate 3D, sediada em Singapura. Uma campanha da empresa, produzida pela agência LOLA, recriou fotos antigas e de valor afetivo como objetos 3D, para que cinco pessoas cegas pudessem finalmente vê-las. Bacana, né?

Dessa forma, um músico soube como era a capa de seu disco, um homem se viu brincando com seu pai, morto quando ele era pequeno, e um cineasta pôde ver uma cena de seu próprio filme. O comercial é esse aqui embaixo (me alcança a caixa de lenço de papel, por favor?).

Sem mais artigos