Ayan Zhademov, o último romântico deste planeta

Ayan Zhademov, o último romântico deste planeta

Aqui na redação do Virgula, a gente não sabe se esta é a notícia mais romântica ou se é a notícia mais tragicômica do ano. Talvez as duas coisas. No Cazaquistão, Ayan Zhademov, um rapaz de 20 anos, se vestiu de mulher para tentar fazer um exame no lugar de sua namorada de 17 anos. O disfarce não funcionou, ele foi pego e teve de pagar uma multa equivalente a R$ 6 mil.

De acordo com o site Nur.kz, Ayan disse que sua namorada estava completamente estressada com o Teste Nacional Unificado, uma espécie de vestibular no Cazaquistão. Ele tentou acalmá-la, mas isso não funcionou. Como consequência, ele decidiu se enfiar nas roupas da moça, colocar uma peruca preta e fazer o teste no lugar dela, na cidade de Zhetisai.

Um porta-voz do exame disse: “Ele tentou falar com voz fina, mas era óbvio que ele era um homem. Suspeitamos que fosse outra mulher que havia tomado o lugar da candidata, mas nunca suspeitamos que era um homem. Pelo menos, não até ele começar a falar”.

A história do pobre Ayan fez barulho na mídia local, e um empresário decidiu ajudá-lo, pagando metade da multa. “Eu espero que seus gestos românticos, no futuro, sejam mais dentro da lei”, disse o empreendedor Olzhas Hudaibergenov.

A gente queria dar um abraço no Ayan, cara.

Sem mais artigos