Transporte público lotado é um problema no mundo todo. Quem não sonha em arranjar um lugarzinho para sentar no metrô, ônibus ou trem e descansar após um dia exaustivo de trabalho? Algumas pessoas, no entanto, vão além e fazem de tudo para alcançar essa “graça”, como é o caso da chinesa Zhang.

Cansada de nunca arranjar uma vaguinha nos bancos de trem, ela decidiu comprar uma barriga falsa e fingir estar grávida para conseguir um lugar para sentar. Mas, a farsa foi desmascarada de uma forma, um tanto, constrangedora: o volume enganoso caiu dentro do transporte lotado, na frente de centenas de pessoas!

Apesar de passar por um carão e ser expulsa do trem por passageiros indignados, a mulher não se abalou. Ela foi atrás de seus “direitos”, contatou a empresa fabricante do produto e botou a boca no mundo, afinal, a propaganda dizia que a barriga era bastante realista.

O fabricante da prótese, The Liyan Industrial and Commercial Brureau, não só rejeitou o pedido de indenização da moça, como ainda a ridicularizou, alegando que “a consumidora não utilizou o produto da forma correta”. 

Coitada, além de ficar sem o lugar para sentar, ter tomado um prejuízo de R$ 95 (valor da prótese), ainda virou notícia no mundo todo…

Sem mais artigos