Há cinco anos, a fotógrafa belga Farida Lemeatrag leu uma reportagem sobre a história de um homem transexual e se interessou pelo assunto. Jovens que se identificam com o sexo oposto ao seu gênero biológico são, geralmente, vítimas de bullying, e há uma alta taxa de sucídio dentro desse grupo. Farida foi atrás de 25 adolescentes transexuais para fotografá-los e mostrar a força dessas pessoas.

Ao site Feature Shoot, onde publicou o ensaio Transgender Youth (juventude transgênera, traduzido do inglês), Farida falou sobre a importância de conquistar a confiança dos retratados.

Algumas vezes, parentes e amigos não apoiaram a decisão de eles se deixarem fotografar. A fotógrafa, no entanto, espera que a série de imagens ajude a mudar o modo como a sociedade vê homens e mulheres transexuais. Ela espera que a ignorância de lugar ao respeito e à empatia.

Sem mais artigos