Manja aquelas fotos de light painting, em que desenhos bacanudos são formados por luzes em movimento? Vitor Schietti, um fotógrafo brasileiro, levou a coisa toda para um novo nível com sua série de imagens Esculturas Etéreas. O artista clicou árvores iluminadas por fogos de artifício, criando a ilusão de luzes “pingando” de galhos e folhas.

Para fazer suas fotos, no cerrado de Brasília, Vitor sobrepôs até 12 imagens, produzidas por meio de longa exposição da câmera. Depois de anos de pesquisa, ele encontrou a iluminação precisa para o que buscava.

“O uso de filtros ND foi vital para encontrar o balanço perfeito entre a luz do crepúsculo e o brilho dos fogos de artifício. Apenas algumas tentativas eram possíveis a cada dia, uma vez que o tempo em que esse equilíbrio era possível era muito pequeno, de 30 a 50 minutos”, escreveu o fotógrafo, em seu site Calefação.

“Eu me entrego ao momento presente quando desenho essas esculturas de luz, que apenas existem por meio do olho digital da câmera. Elas nunca foram vistas na totalidade, ao vivo, pelo olho humano”.

Ensaio Esculturas Etéreas, por Vitor Schietti

Fotógrafo brasileiro clica luzes 'escorrendo' de árvores

Sem mais artigos