Se você fosse um banco de praça vivo, como seria sua visão de mundo? Como você julgaria as pessoas ao seu redor? Uma coisa é certa: seu dia a dia seria mais agitado do que você, leitor, imagina. Gábor Erdélyi, um fotógrafo húngaro se dedicou a fotografar a “vida” de um banco em uma praça de Barcelona, perto de sua casa.

“Por mais de um ano, eu tenho acompanhado a vida de um banco por meio de imagens. É um ponto estático em uma cidade movimentada, vibrante e que muda constantemente. É uma parte integral da vida cotidiana, amores, brigas, aniversários, solidão e jogos”, escreveu Gabor, em um artigo no site Bored Panda.

O fotógrafo diz que já produziu mais de cem imagens do banco na praça, e o projeto ainda continua em andamento.

Sem mais artigos