É um hábito estranho a encenação de batalhas. Milhares de homens e mulheres se vestem iguais aos combatentes da guerra escolhida e passam o dia revivendo a história, numa mistura de homenagem e brincadeira. O mais curioso são os participantes que morrem logo no começo da embate, e passem o resto do tempo estendidos no chão.

Fascinado por essas pessoas, o fotógrafo Eliot Dudik rodou os Estados Unidos para capturar seus rostos no momento da morte de mentira. É impressionante a seriedade que os mais experientes dão a expressão final. Alguns deles, inclusive, morrem bem melhor que muitos atores profissionais.

Sem mais artigos