A fotógrafa norte-americana Rose-Lynn Fisher se perguntou, certa vez, em um período em que passava por mudanças pessoais e perdas, se suas lágrimas de luto seriam parecidas com suas lágrimas de alegria. Para responder essa questão, posteriormente, ela examinou gotas de seu choro em um microscópio e percebeu que elas podem ser radicalmente diferentes de acordo com seu estado emocional.

A partir dessa experiência, a artista criou uma série fotográfica de 100 imagens que batizou de The Topography of Tears (“a topografia das lágrimas”, em tradução livre). “Essa série compreende uma série de lágrimas minhas e de outras pessoas. São desde lágrimas de cebola a lágrimas de exaltação, assim como de luto, frustração, rejeição, resolução, riso, bocejo, nascimento, renascimento e muito mais. Cada uma é uma pequena história”, explica Fisher em seu site.

“Apesar da natureza empírica das lágrimas ser uma química de água, proteínas, minerais, hormônios, antiocorpos e enzimas, a topografia das lágrimas é uma paisagem momentânea, transitória como a impressão digital de uma pessoa em um sonho”, acrescenta.

Veja, na galeria de fotos aqui em cima, algumas fotos da série The Topography of Tears.

Sem mais artigos