Sabe aquele papo de que gato se apega mais a lugares do que a pessoas? Pois bem. Cleo, uma gatinha britânica, prova que isso nem sempre é verdade. Seis semanas depois de sua dona idosa se mudar para um asilo, a felina a encontrou.

Nancy Cowen, que resgatou Cleo das ruas e se mudou com ela para a cidade de Westcott há oito anos, havia deixado seu animal de estimação com vizinhos quando se mudou para a casa de repouso Bramley House. Um funcionário da instituição viu a bichana no local, e achou que era um gato de rua pedindo comida.

“Depois de duas semanas que Nancy se mudou para cá, essa gata começou a aparecer e a dormir nos sofás, fora da casa. Era muito estranho”, disse Laura Costello, funcionária do asilo, em entrevista ao site Dorking and Leatherhead Advertiser.

Um dia, um dos cuidadores do local pegou a gatinha e a levou para casa. Nanvy reconheceu Cleo por conta de parte da cauda que a gatinha havia perdido em um acidente de carro.

A história teve um final feliz. A casa de repouso permitiu que Cleo ficasse por lá, e as duas amigas ficarão unidas por mais um bom tempo.

Sem mais artigos