Protesto gay contra o projeto de lei anti-homofobia

| Créditos: Vitor Angelo
| Créditos: Vitor Angelo
| Créditos: Vitor Angelo
| Créditos: Vitor Angelo
| Créditos: Vitor Angelo
| Créditos: Vitor Angelo
| Créditos: Vitor Angelo
Manifestação contra projeto de lei, na Avenida Paulista, São Paulo | Créditos: Vitor Angelo

Cerca de 25 pessoas se reuniram na escadaria do prédio da Gazeta, na avenida Paulista, nesta quarta-feira (07), para mostrar sua insatisfação contra o projeto de lei que criminaliza a homofobia e que será apresentado para votação na manhã desta quinta-feira (08), no Senado Federal. Os manifestantes acreditam que as bases do movimento gay não foram escutadas nem acatadas e que a lei que será apresentada não contempla de fato a criminalização da homofobia em diversas frentes importantes.

Chamado de flash mob, o evento foi organizado através das redes sociais pelo grupo Ação Pró PLC 122 Contra Homofobia, Pelo Estado Laico, Ensino Laico. Junto com militantes de diversos grupos gays além de simpatizantes, foram abertas faixas a favor do PLC122 abrangente.

“Eu votei neste governo e o tenho apoiado em sua politica econômica e internacional. Tambem votei na Senadora Martha Suplicy. Marta foi eleita com muitos votos da comunidade  LGTB que confiou em suas promessas , Mas para o governo ter governabilidade, tem feito pactos com bancada evangélica e setores conservadores, e usou nossos Direitos Civis como moeda de barganha. Somos cidadãos como TODOS OS OUTROS PORQUE PAGAMOS OS MESMOS IMPOSTOS , e esta Lei que Marta apresenta não é o PLC 122/2006 , é uma lei decorativa por que em politica GLTB e de Ensino o PT esta uma porcaria. Não representa nossos interesses. Queremos um PLC 122 ABRANGENTE”, disse o DJ Marcos Morcef, um dos organizadores do evento.

Com gritos de “Marta não enrola a gente, queremos uma PLC abrangente”, a ideia, segundo Morcef é pressionar a senadora, autora junto com os senadores Demóstenes Torres (DEM-GO) e Marcelo Crivella (PRB-RJ) do substitutivo que desagradou boa parte da militância gay. Os motivos você pode saber clicando aqui.

Gays fazem protesto contra o projeto de lei anti-homofobia que consideram decorativo

Sem mais artigos