O mergulhador Keller Laros fazia parte de um grupo de observadores do comportamento das arraias-manta, em uma praia do Havaí, nos EUA, quando um golfinho apareceu. Insistentemente, o animal parecia pedir ajuda. Keller percebeu que o golfinho estava com um anzol preso em uma de suas barbatanas, o que o deixou enrolado em uma linha de pesca.

Como quem suplica, o mamífero virou de barriga para cima e ficou paradinho, esperando pacientemente o mergulhador livrá-lo do incômodo. Keller precisou de uma tesoura para tirar a linha, que estava bem enrolada no corpo do bichinho. Quando faltava apenas um único pedaço, o golfinho seguiu seu caminho.

Veja o vídeo:

 

Sem mais artigos