Reprodução/YouTube

Há oito anos o criador Justin Kobylka vem cruzando cobras da espécie píton-real para conseguir uma combinação de cores exata: branco e amarelo. Mas por acidente, conseguiu criar uma cobrinha única, que nasceu com marcas que se assemelham a três “emojis” sorridentes.

O profissional cria os répteis há 20 anos no total e esta é a primeira vez que vê algo parecido. Ele contou à rede CNN que apenas uma em 20 cobras poderiam nascer com esse design diferenciado.

Os “emojis” são resultado de uma mutação em genes recessivos. Neste caso, o criador cruzou uma píton malhada e uma albina, que resultaram em um padrão que se assemelha a emojis sorridentes.

Sem mais artigos