Um guarda de trânsito argentino terá que pagar uma multa de 97 pesos (cerca de US$ 20) após ter denunciado a si mesmo e pedido para um colega de profissão multá-lo por dirigir de moto sem capacete na província de Entre Ríos.


Jorge Saavedra
, guarda na cidade de Seguí, explicou ao canal “Cadena 3” que se esqueceu de colocar o capacete por “sair apressado” para realizar uma tarefa e demorou alguns minutos para perceber que cometia uma infração.

“Foi aí que comuniquei a situação aos meus superiores e chamei um guarda para me multar por andar de moto sem capacete”, disse Saavedra.

“Me sinto uma pessoa normal e sou responsável pelo erro que cometi. Isto pode ocorrer com qualquer um, mas nós temos que dar o exemplo”, opinou o guarda.

Sem mais artigos