Guru indiano Swamy Gangeshananda

O guru indiano Swamy Gangeshananda disse que “perdoa” a mulher que decepou o seu pênis. Ela tomou a atitude para evitar ser estuprada. Ela diz que foi violentada seguidas vezes pelo líder religioso.

O caso ocorreu há 8 meses, mas só agora ele falou publicamente sobre o incidente em Thiruvananthapuram. Ao ser levado para o hospital sangrando, ele havia confessado os estrupros, mas depois mudou de ideia.

“Se sou culpado, que isto seja provado em tribunal e perante Deus”, disse. “Não tenho nada contra qualquer pessoa e perdoo quem me atacou”, completou.

Ele passou por uma cirurgia e o pênis foi reimplantado.

Sem mais artigos