Uma estudante do Reino Unido precisou desmontar todo o seu carro. O New Beetle da moça não tinha nenhum problema, a não ser por um detalhe: seu hamster de estimação resolveu se esconder dentro do veículo. Por se tratar de um animal minúsculo e que não costuma responder a chamados, a única solução foi retirar algumas peças do veículo para procurá-lo.

 

O animalzinho, conhecido como Willow, voltava com a dona, Fran Elkington, do pet shop dentro de uma caixinha de papelão, quando se cansou de ficar encaixotado e decidiu passear por dentro do automóvel. 

Fran procurou Willow por cinco dias, se recusando a usar o carro, com medo de matar o bichinho ao liga-lo. Foi então que teve a ideia de pedir para um mecânico desmontar o veículo à procura do hamster. 

O mecânico precisou tirar motor, bancos traseiros, desmontar painéis e até uma das portas. Depois de todo esse trabalho, eis que Willow apareceu: estava confortavelmente aninhada entre dentro do assento traseiro. 

“Eu tentei de tudo para tirá-la de lá, mas depois de cinco dias precisei tomar medidas drásticas. Não podia deixar Willow morar dentro do carro, pois além de tudo ela podia destruí-lo por dentro, roendo tudo. Eu coloquei comida lá, porque não queria que ela morresse de fome. Conforme os dias foram passando, a comida e a água foram sumindo, assim eu sabia que ela estava viva em algum lugar”, contou a dona ao “Daily Mail”

Conforme Fran previa, Willow roeu parte dos estofados do carro, onde ela construiu um ninho. “Foi assim que encontramos uma trilha, que nos levou ao banco traseiro, onde Willow estava. É uma coisa tão feminina e embaraçosa ter que pedir ajuda a um mecânico, mas acabou sendo muito inteligente. Foram necessários três mecânicos e uma hora e meia para encontra-la”, lembrou.

Segundo Fran, os mecânicos não cobraram um centavo sequer pelo serviço, pois estavam rindo demais da situação. 

Sem mais artigos