Se você ainda não sabe comer de hashi (ou pauzinho japonês para os menos íntimos), é bom começar a aprender. A empresa chinesa Baidu está desenvolvendo um hashi supertecnológico que, ao tocar a comida, detecta alimento estragado, conta calorias, mede a quantidade de sal e a temperatura.

O desenvolvimento do gadget foi anunciado pelo CEO da Baidu, Robin Li, em uma conferência de tecnologia realizada em Pequim na última semana. De acordo com o executivo, os hashis serão conectados a smartphones, por meio de um aplicativo específico, que mostrará as informações do alimento.

O gadget, no entanto, ainda está nos primeiros estágios de desenvolvimento e demorará um tempo para sair do papel. Uma data de lançamento e o preço do produto ainda não foram anunciados.

Dá uma olhada no teaser do hashi:

Sem mais artigos