Desde março de 2011, a Síria vem enfrentando uma guerra civil que já matou milhões de pessoas. As cidades estão destruídas e há uma crise humanitária gravíssima que assola o país. Em meio a tanto caos surge Alaa, uma figura que mostra que nem mesmo na pior situação a bondade continua viva.

Alaa trabalha como motorista de ambulância em Aleppo, a maior cidade síria. Todo dia ele gasta cerca de R$ 10 em carne. Então ele vai até Masaken Hanano, um distrito de Aleppo que está deserto após ataques das tropas do governo, e alimenta os gatinhos que agora vivem na cidade.

Esses gatinhos provavelmente foram abandonados por seus antigos donos e morreriam de fome em pouco tempo, já que eles já estavam domesticados. São casos como esse que não nos deixam perder a fé na humanidade.

Sem mais artigos