Em inglês, “Seth Cohen” é um nome comum, algo como “Manoel Tavares” em português. Pois bem. Um cara estadunidense chamado Seth Cohen está em um projeto de encontrar e conhecer todas as outras pessoas com o mesmo nome no mundo inteiro.

“Eu estou em uma missão, parte antropologia cultural, parte jornada de autodescoberta. Quero encontrar todos os Seth Cohens no mundo (sério) e descobrir sobre eles, suas paixões, coisas em comum e diferenças”, escreve Seth, em sua página no Facebook.

“Há centenas de nós. Encontrei Seth Cohens em todos os lugares, da Nova Zelândia à Algéria e a República Dominicana. Eles são fazendeiros de cavalos, cientistas, trabalhadores sociais, estudantes, fisiculturistas profissionais e artistas”.

Seth diz que seu objetivo é “viver a vida por completo e inspirar outros a fazer a mesma coisa”. Ele lançou uma página no Facebook justamente para facilitar o encontro de homônimos.

No fim das contas, o nome é só uma desculpa para se conectar a seres humanos. “Eu acho que a coisa mais profunda, mais misteriosa no trabalho é que nós todos temos coisas em comum, mas não sabemos porque não perguntamos. Não conseguimos sentar por algumas horas na vida real, não temos essa oportunidade”.

Sem mais artigos