Cuidar da manutenção da casa e fazer reformas sem ajuda de ninguém, geralmente não é boa ideia, que dirá o construtor Alan Williams, de 46 anos. O homem, que vive no Reino Unid, fazia reparos em sua casa quando, de repente, escorregou no topo da escada com uma arma de pregos e esta disparou acidentalmente, pregando sua mão esquerda em um dos degraus. 

 

O sr. Williams ficou pregado ao chão por quase quatro horas, sem conseguir se mover para pedir ajuda, até que sua parceira, Suzanne Amos chegou do trabalho e pôde socorrê-lo ligando para os bombeiros. Quando os paramédicos chegaram, Alan estava quase em choque, no entanto, por pura sorte, o prego não atingiu nenhum tendão ou veia vital.

O detalhe é que para socorrer o homem, os bombeiros não poderiam retirar o prego ali mesmo antes de chegar ao hospital. A extração do objeto poderia causar um grande sangramento e até a perda do membro. A solução foi: retirar um pedaço do assoalho e levar tudo junto (como podemos ver nas imagens!). 

Segundo Alan, o chefe dos bombeiros nunca tinha visto um acidente parecido em 40 anos de profissão. “Acabei no hospital com um pedaço de piso anexado a minha mão. Quando cheguei lá os médicos disseram que tive muita sorte por não ter atingido um nervo ou qualquer parte do sistema circulatório”, disse o homem ao “Daily Mail”. 

A cirurgia para a retirada do prego foi simples e a recuperação de Alan não demorará muito. A equipe médica que cuidou da operação garante que sua mão estará novinha em folha muito em breve, sem prejudicar seu trabalho como construtor. Só não puderam prometer que o homem não sofrerá bullying dos amigos de profissão por ter sofrido um acidente do tipo…

Sem mais artigos