Homem sobrevive após quebrar 108 ossos em queda

Um homem sobreviveu milagrosamente, apesar de quebrar 108 ossos e romper sua medula espinhal em uma queda de 12 metros que, segundo os médicos, deveria tê-lo matado.

Mike Conner foi forçado a passar por 26 cirurgias e passou anos aprendendo a andar novamente após o acidente.

Ele foi dignosticado pelos médicos que deveria dizer seus últimos adeus à sua família, como ele teria sorte de até mesmo passar nas primeiras 24 horas após a queda.

Mike acabou aprendendo a andar de novo depois de anos de meticulosa reabilitação ele agradece ao tratamento com cannabis pela sua incrível recuperação.

O homem de 50 anos estava trabalhando em uma megaigreja na Califórnia quando caiu de um farol, uma distância equivalente a quatro andares.

“Estávamos no sótão e atravessamos vigas de aço. Eu fui pego por uma lanterna em meus olhos e me cegou”, lembrou.

“Isso afetou a minha percepção de profundidade e eu pisei em um teto e eu caí direto.”

Ele continuou: “Eu tive mais de dois segundos de queda livre, quebrei 108 ossos no meu corpo. Meus pés, os ossos se transformaram em pó e lascas. Meus tornozelos se foram, meu osso de canela e os ossos atrás dele tiveram fratura exposta”.

“Meus joelhos foram em direções diferentes. Eu quebrei minhas costas em quatro lugares e minha L4 explodiu na minha medula espinhal e a cortou. Meu braço direito quebrou e os ossos em minhas mãos estavam estilhaçados. Meu pulso dobrado ao meio. E meu cotovelo e ombro direito explodiram”, detalhou.

Mike estava consciente da coisa toda e lembra-se de sentir quase todos os ossos quebrados. Os médicos lhe disseram depois que uma queda dessa altura é geralmente 99,7% fatal.

Além de 26 cirurgias, ele recebeu várias prescrições para analgésicos e ficou confinado em uma cama e cadeira de rodas por um ano e meio.

“Quando viu a radiografia, o médico disse: “Me desculpe, mas você nunca mais vai andar”. Seus ferimentos foram tão graves que uma pessoa que o visitou desmaiou e foi internada no hospital por três dias.

Mas no Natal de 2016, Mike aprendeu a andar de novo e acabou se afastando dos analgésicos. Ele afirma que a cannabis o ajudou na sua recuperação. “É realmente um milagre”, disse ao Sun Online.

Mike é pai de Nick, 23, David, 20, Lauren, 22, e Paige, 18.

Sem mais artigos