Pelo menos 12 pessoas morreram pisoteadas neste sábado (14) após uma confusão ocorrida durante uma celebração muçulmana no estado de Madhya Pradesh, no centro da Índia, informaram fontes oficiais.

As fontes precisaram que o empurra-empurra começou quando a multidão tentava entrar no local pela única porta disponível. Para a imprensa local, no entanto, a confusão teve início quando a Polícia tentou dissolver a aglomeração.

 

O incidente aconteceu perto da localidade de Hussain Tekri, onde uma congregação religiosa convocara milhares de pessoas para comemorar o fim do Muharram, o primeiro mês do calendário islâmico.

Segundo o canal de televisão “IBN“, costumam se encaminhar ao local pessoas com problemas mentais sob a crença de que a peregrinação cura esse tipo de mal.

De acordo com a agência indiana “Ians“, o chefe do Governo regional, Shivraj Singh Chouhan, anunciou uma compensação de 100 mil rúpias (US$ 2 mil) a cada uma das famílias das vítimas.

Índia: 12 morrem pisoteados após confusão em cerimônia religiosa

Sem mais artigos