A Islândia é o país mais pacífico do mundo e a Somália o mais bélico, segundo um índice divulgado nesta terça-feira no Reino Unido e que situa o Brasil na 83ª posição em uma lista de 158 territórios.

 

De acordo com o Índice de Paz Global 2012, elaborado pelo Instituto para a Economia e Paz, o país latino-americano mais pacífico é Chile, que ocupa o 30º lugar da lista, enquanto a Colômbia ocupa a pior posição da região (144º).

O país que mais perdeu posições em relação ao ano passado foi a Síria, que cai 30 postos até o 147º; e o que mais subiu foi Sri Lanka, que melhora quase 30 posições até a 103º, após o fim de sua guerra civil.

Os primeiros cinco postos da lista, que começou a ser elaborada em 2007, são ocupados, nessa ordem, por Islândia, Dinamarca, Nova Zelândia, Canadá e Japão.

O Oriente Médio e o Norte da África são atualmente as regiões mais voláteis, o que reflete, segundo opina o instituto, “a instabilidade e agitação provocadas pela Primavera Árabe“.
Além disso, a lista destaca os Estados Unidos como o 88º país mais pacífico do mundo, exatamente na frente da China (89º)

O Índice de Paz Global é elaborado a partir de 23 indicadores, como o nível de militarização de um país, a despesa em defesa, conflitos internos, o grau de paz social, terrorismo, a relação com os vizinhos e o respeito pelos direitos humanos.

O Instituto para a Economia e a Paz, uma entidade sem fins lucrativos com sede em Londres, quantificou que, se o mundo estivesse em paz, os lucros para a economia global seriam de US$ 9 bilhões por ano.

Sem mais artigos