Jogadora de vôlei, bicampeã olímpica.

O AMOR

Emilio: Como você encontrou um cara tão lindo e ele encontrou uma mulher tão linda?
Jaqueline: Na época a gente não era tão lindo quanto hoje não. Nos conhecemos há 13 anos.
Bola: Imagine você namorando com o Tande…
Emilio: Não enjoa?
Jaqueline: Não, acho que o amor aumenta a cada ano que passa.
Bola: Vocês ficam muito tempo longe…
Jaqueline: Tem vezes que ficamos dois meses fora. Já cheguei a ficar seis meses longe dele.

INVEJINHA

Emilio: Outra coisa que ele falou também, muito chateado…
Jaqueline: Hmm…
Emilio: Ele tem uma inveja de você…
Jaqueline: Por que?
Emilio: Você tem duas medalhas de ouro e ele só de prata.
Bola: É, verdade.
Jaqueline: Pois é, não dá pra brincar em casa não.
Emilio: Deve ser legal humilhar o parceiro, né?
Jaqueline: Ás vezes é bom, mas eu evito fazer isso.
Bola: “Eu sou melhor que você”…

NADA MUDOU

Emilio: Os caras faziam times com nome de marcas, tipo Rexona e a Globo não falava…
Jaqueline: Exatamente.
Emilio: Aí você tem cada vez menos investimento e não transmitem o jogo.
Jaqueline: Eu achei que ia dar uma melhorada depois dessas olimpíadas…
Amanda: Nada mudou?
Jaqueline: Ao invés de abrirem novas equipes, algumas fecham e a Superliga só tem dez equipes agora. Eu espero que daqui um ano possa melhorar.

Sem mais artigos