Um adolescente americano enfrenta acusações por supostamente assassinar seus pais com um martelo e depois ter organizado uma festa na mesma casa através do Facebook, informou nesta segunda-feira uma fonte oficial.

Tyler Hadley, de 17 anos, foi acusado de duas acusações de assassinato em primeiro grau pela morte de seus pais, Blake e Mary-Jo Hadley, ocorrido no sábado passado passado em sua residência de Port St. Lucie, na Flórida, segundo a Polícia dessa cidade.

O jovem, que está detido sem opção de fiança, supostamente usou um martelo para atingir seus pais na cabeça e no tronco enquanto estavam no dormitório principal da casa, depois os arrastou ao quarto, onde os cobriu com diversos objetos e trancou a porta.

“Ele usou qualquer coisa que encontrava para cobrir os corpos: toalhas, arquivos, livros”, declarou porta-voz da Polícia, Tom Nichols, à imprensa local.

Depois do crime, segundo os detetives encarregados do caso, o adolescente organizou uma festa na casa no mesmo dia e convocou amigos e conhecidos através do Facebook, que reuniu 60 pessoas.

A Polícia descobriu os corpos depois de receber um telefonema anônimo e inspecionar a casa durante a madrugada.

Nichols informou que suspeitam que a mãe do jovem tenha sido assassinada primeiro e depois o pai. O martelo foi encontrado entre os corpos junto com os objetos que os cobriam.

As autoridades até o momento desconhecem o motivo do assassinato de Blake Hadley, de 54 anos que trabalhava para uma empresa de energia, e de sua esposa, de 47 anos, professora.

Sem mais artigos