Em 2009, a estadunidense Lisa Freeman perdeu seu filho, Matthew. Aos 29 anos, o rapaz servia no Afeganistão e foi morto em uma ação arriscada para a qual se escalou como voluntário. Lisa ficou arrasada, mas encontrou forças para lançar, mais tarde, o projeto Matthew Freeman.

Entre outras ações, a insituição costura ursos de pelúcia a partir dos uniformes de homens abatidos em serviço, como forma de consolar seus filhos e suas famílias.

Os ursos são chamados de Ursos Matthew, em homenagem ao filho de Lisa. As famílias de soldados mortos enviam uniformes para ela, e Lisa utiliza o material para costurar a mão os ursos de pelúcia.

“Não sei se estou fazendo algo grande, mas acho que estou fazendo diferença”, disse, em entrevista à rede de televisão CNN. Os ursos são gratuitos para as famílias.

Entre outras ações do projeto Matthew Freeman, a instituição também arrecada material escolar para crianças em regiões arrasadas pela guerra e doa bolsas de estudo a filhos de soldados mortos em serviço.

Sem mais artigos