A autoridade dinamarquesa de controle alimentar divulgou nesta sexta-feira (08) que 63 pessoas adquiriram intoxicação após comerem no Noma – eleito o melhor restaurante do mundo em 2010, 2011 e 2012 pela revista britânica “Restaurant Magazine” – entre os dias 12 e 16 de fevereiro.

O gerente do restaurante, Peter Kreiner, disse à imprensa dinamarquesa que está “profundamente comovido” com o ocorrido e afirmou ter entrado em contato com todos os clientes que tiveram vômitos e diarréias para pedir desculpas, e também para reembolsá-los pelo que gastaram no Noma.

Kreiner explicou que a causa das intoxicações ainda não foi identificada, mas que possivelmente um dos funcionários estava doente e deve ter contaminado os alimentos acidentalmente.

A fama do restaurante dinamarquês que fica no porto de Copenhague, faz com que a lista de espera seja longa. Para comer um prato assinado pelo chef albanês René Redzepi é preciso fazer reserva com meses de antecedência. 

Sem mais artigos