Dois ciclistas teriam sido atropelados de propósito em Porto Alegre. O casal estava pedalando perto do meio fio quando um Tempra branco os atropelou, jogando o casal por cima do retrovisor.

Segundo testemunhas a via estava vazia e o motorista teria mudado de direção para acertar os ciclistas. Ele parou metros a frente para retirar pedaços de vidro do pára-brisas quebrado, e fugido em alta velocidade. Ivanir Rodrigues Pereira, 45, e Geovane Nunes, 34, foram levados ao hospital com ferimentos leves.

A polícia já encontrou o motorista, mas ainda não revelou seu nome. O responsável pela investigação é o Delegado Gilberto Montenegro, o mesmo que cuida do atropelamento da massa crítica pelo bancário Ricardo Neis.

Desde de sexta-feira (11), Neis está detido no Presídio Central de Porto Alegre.

Que a nova moda seja a punição daqueles que usam seus veículos como arma, e não a moda de violência que parece ter se instaurado.

Enquanto isso, ciclistas ficam pelados para divertir motoristas e pedestres, mostrando a fragilidade de quem não está escondido dentro de 1,5 tonelada de aço.

Sem mais artigos