Após descobrir, sem querer, um tumor de 1,5k no peito, Marek Barden, de 40 anos, foi desenganado pelos médicos. O britânico residente de Knowle, Bristol, no Reino Unido, só tinha uma chance: operar para a retirada do câncer, mas dificilmente se recuperaria. Em uma operação arriscada, os cirurgiões resolveram reconstruir parte de seu tórax com cimento e agora o homem passa bem. 

 

Foram necessários três cirurgiões para a operação delicada. Eles passaram seis horas removendo o tumor. Como era grade demais, também foi necessário remover seis costelas, o revestimento do pulmão esquerdo e parte do diafragma. 

Para “remendar” tudo isso, os médicos usaram um painel de cimento acrílico de 25 centímetros, além de músculos dos ombros de Marek. Por incrível que pareça, a recuperação do paciente foi tranquila e em seis dias ele estava fora da terapia intensiva do hospital sem precisar de qualquer tipo de tratamento especial. 

Ele, que é obreiro na igreja local, afirma ser um homem de sorte por sobreviver a isso. “Me considero um homem biônico por causa deste painel de concreto. Fui para o hospital preparado para morrer, mas sou um lutador e muito teimoso”, disse ao “Mirror”. 

O religioso conta que descobriu um caroço próximo às costelas há um ano, mas não deu bola por achar que o machucado era fruto de um acidente de bicicleta. Meses depois quando foi fazer exames médicos de rotina, o tumor de tamanho impressionante foi descoberto. 

Detalhe no círculo mostra o tumor retirado

Sem mais artigos