Uma menina de dez anos saiu do “túmulo” e denunciou um primo que a estuprou, agrediu e enterrou viva no sul das Filipinas, indicaram fontes policiais nesta quinta-feira (06).

O inspetor Roberto Ocumen, chefe da Polícia de Magpet, explicou à imprensa local que a menina relatou que seu primo Dennis Quilatonde, de 21 anos, a violou, bateu em sua cabeça com um objeto e enterrou no último domingo nesta localidade do sul do país.

LEIA MAIS: Homem enterrado com dentadura errada será exumado para troca

A menor, que recuperou os sentidos quando já estava enterrada, conseguiu voltar à superfície e retornou para casa com a ajuda de vários vizinhos, antes de denunciar seu primo.

O acusado foi detido já na segunda-feira e permanece sob custódia policial.

Menina filipina sai do "túmulo" após ser estuprada e enterrada viva

Sem mais artigos