Uma menina de 14 anos morreu na aldeia de Saidpur Bela, no norte do Paquistão, após ser atacada com ácido por seus próprios pais, que não aceitavam o relacionamento de sua filha com outro jovem da localidade, informou uma fonte policial à “Agência Efe” nesta sexta-feira (02).

A menina, identificada pela Polícia como Anusha, foi agredida e atacada com ácido na última terça-feira, e morreu após ser levada ao hospital com queimaduras na cabeça e no tronco, explicou a autoridade policial local, Javed Abbasi.

“No dia seguinte, alguns vizinhos alertaram as forças de segurança, e conseguimos prender os pais, que seguem em custódia policial”, afirmou Abbasi.

Os chamados “crimes de honra” são frequentes no Paquistão e, segundo dados da Comissão de Direitos Humanos do país asiático, 943 mulheres morreram no ano passado após agressões deste tipo.

Menina paquistanesa morre depois de ser atacada com ácido por seus pais

Sem mais artigos
Sair da versão mobile