Mais de mil pessoas se concentraram neste domingo em São Paulo para protestar contra a reforma do Código Florestal, defendida pelos agricultores e rejeitada pelos ecologistas, que será debatida nesta semana na Câmara dos Deputados.

A concentração em frente ao Parque Ibirapuera contou com a presença da ex-ministra do Meio Ambiente Marina Silva, que anunciou que prepara uma carta para a presidente Dilma Rousseff para pedir que ela impeça que os avanços da legislação ambiental dos últimos 20 anos sejam destruídos.

“O texto é muito ruim porque amplia o desmatamento em áreas de proteção permanente e anistia todos os desmatadores ilegais até 2008”, disse a ex-ministra.

O texto coloca várias emendas à lei que regula, entre outros, os direitos e as responsabilidades dos proprietários de terras rurais no Brasil.

Uma das propostas mais polêmicas é a que anula multas de proprietários que desflorestaram e degradaram ilegalmente seu território entre 1998 e 2008. 

Sem mais artigos